Beiçom

Ista é a fórmula d´agradecimento máis enxebre da Galiza. Ista verba era bastante usada á ũu ou dous séculos, no entanto, atualmente case está extinguida (co significado d´agradecimento).

A forma máis usada oje em dia e a oficial no galego da RAG é “grazas“, junto co seu diminutivo “gracinhas“. Ista forma coincide co castelão, feito que ajudou moito prá sua consagraçom. Polo tanto, deve ser evitada. É verdade que foi usada durante a Idade Média, peró daquila as línguas romances estavam máis próximas. Daí que, durante o esplendor da lírica galega medieval, trovadores de toda a Península Ibérica escrevessem na nossa língua sem extremas dificuldades.

Os reintegracionistas nom gostam moito diste vocábulo, ó coincidir co castelão; mais em vez de tentarem restaurala forma própria da Galiza, decidírom escolher, simplesmente, a opçom utilizada no resto da galaicofonia: obrigado. Pouco importa a genuinidade que possa ter um termo, se iste apenas se usa na Galiza. Por isso, seguindo a sua política lusófona (tendência a seguilo exemplo dos lusos, os liboetas), a maioria dos reintegracionistas decide usar “obrigado“. Mais quem che obriga?

Eu acho que deveríamos tentar a restauraçom dista palavra, já que é ũu dos traços caraterizadores do galego da Galiza. Além de ter um sentido bem evidente, e máis nũa sociedade istoricamente católica como a galega.

Ligações:

http://estraviz.org/bei%C3%A7om
http://sli.uvigo.es/DdD/ddd_pescuda.php?pescuda=beiz%F3n&tipo_busca=lema
http://academia.gal/dicionario/-/termo/beiz%C3%B3n
http://www.galiciadigital.com/opinion/opinion.14170.php
http://elprogreso.galiciae.com/noticia/48946/beizon
http://www.elcorreogallego.es/opinion/ecg/beizon/idEdicion-2009-07-19/idNoticia-449733/
http://agal-gz.org/blogues/index.php/consultorio/?title=conseguim-gracas-a-ti-obrigado&more=1&c=1&tb=1&pb=1
https://estensiondogalego.wordpress.com/2017/01/28/as-tres-formas-de-agradecemento-no-galego/
http://debullandoafala.blogspot.com.es/2015/10/expresions-enxebres.html (comentários)
http://debullandoafala.blogspot.com.es/2015/11/preposicions-e-conxuncions-enxebres.html (comentários)
http://debullandoafala.blogspot.com.es/2012/03/os-dias-da-semana.html (comentários)

Diferenças d´acentuaçom antre Portugal e o Brasil

Mentres que em Portugal usam o acento agudo, no Brasil utilizam o acento circunflexo. Isto se deve a diferença de timbre (em Portugal é aberto, mentres que no Brasil é pechado) e ocorre nos seguintes casos:

  • Nas proparoxítonas com e e o tônicos seguidos de consoante ou dígrafo nasal (m, n ou nh): anónimo/anônimo, económico/econômico, oxigénio/oxigênio, António/Antônio, fenómeno/fenômeno…
  • Nas paroxítonas com e e o tônicos seguidos de consoante ou dígrafo nasal e terminadas em i ou u (seguidos ou nom de s): ténis/tênis, bónus/bônus, pénis/pênis, Vénus/Vênus…
  • Nalgũas oxítonas: matiné/matinê, caraté/caratê, judo/judô, porno/pornô…

Este artigo baseou-se em:

https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/diferencas-na-acentuacao-grafica-entre-o-brasil-e-portugal/18395
http://velho.ciberduvidas.pt/pergunta.php?id=3645
https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/antonio-e-antonio/20612

O que figemos foi atualizar isses artigos (pois figérom-se antes do Acordo Ortográfico).